Marcela Lisette Henríquez Aravena

Liceo Polivalente Carlos Montané Castro

Chile

Marcela  Lisette Henríquez Aravena

Marcela ensina linguagem e comunicação para jovens de 16 a 18 anos em uma pequena cidade rural no Chile. Ela era uma mãe adolescente, rejeitada por alguns de seus professores. Essa experiência a motivou a ensinar, para que ela pudesse incutir nos alunos o desejo de realizar seus sonhos e olhar para o futuro sem limites, especialmente para aqueles que não têm uma rede de apoio suficiente. Muitos de seus alunos são os primeiros membros de suas famílias a entrar na universidade.

Seu foco no ensino pela leitura de clássicos literários tem visto resultados extraordinários. Sua escola ganhou um concurso nacional, vencendo faculdades mais bem financiadas e mais exclusivas. Os resultados dos testes nacionais de alfabetização melhoraram. Os alunos desenvolvem pensamento crítico, expressam suas opiniões sobre questões nacionais e debatem para defender seus pontos de vista.

Ela escolhe textos clássicos ligados à história, especialmente aqueles que ainda podem dizer aos alunos algo sobre o mundo em que vivem. Muitos textos exigem que seus alunos brinquem de detetive, para encontrar as pistas que fornecerão uma interpretação mais rica.

Marcela também desenvolveu uma extensão do currículo nacional, demonstrando como grandes obras de literatura continuam a influenciar através de sua atemporalidade e temas universais. Inclui o drama como uma ferramenta para gerar um bom clima de sala de aula, desenvolver a expressão oral e entender como corpos, posturas e tom de voz comunicam identidade e sentimentos. Os alunos são incentivados a escolher textos e explicar suas escolhas de acordo com suas necessidades, interesses e habilidades. E para os alunos que não cresceram lendo, ela incentiva o retorno à infância lendo histórias infantis.

Marcela é uma das 5 finalistas do Prêmio Chileno de Professores 2017.